12° aniversario da morte de Dom Giussani e 35° do reconhecimento pontifício da Fraternidade de CL. Missas na Itália e no mundo - Notas de imprensa

12° aniversario da morte de Dom Giussani e 35° do reconhecimento pontifício da Fraternidade de CL. Missas na Itália e no mundo

Gabinete de Imprensa de CL Comunicado para a imprensa

21/02/2017

Por ocasião do 12° aniversário da morte do Servo de Deus Dom Luigi Giussani (22 de fevereiro de 2005) e do 35° do reconhecimento pontifício da Fraternidade de Comunhão e Libertação (11 de fevereiro de 1982), serão celebradas Missas na Itália e no mundo, presididas por cardeais e bispos.
É esta a intenção das Missas: “Peçamos a Deus a graça de seguir sem reservas o convite do Papa Francisco para mendigar e aprender a verdadeira pobreza que ‘descreve aquilo que temos verdadeiramente no coração: a necessidade d’Ele’, para viver a vida sempre como um início corajoso voltado para o amanhã.”

Além da frase citada na intenção das missas, na carta enviada ao Padre Julián Carrón (presidente da Fraternidade de CL) Papa Francisco escreveu também: "Num mundo lacerado pela lógica do lucro, que produz novas pobrezas e gera a cultura do desperdício, não desisto de invocar a graça de uma Igreja pobre e para os pobres. Não é um programa liberal, mas um programa radical, porque significa um regresso às raízes. O voltar às origens não é um dobrar-se sobre o passado, mas é força para um início corajoso dirigido ao amanhã. É a revolução da ternura e do amor. Por isso peço-vos também que unais as vossas intenções em torno deste objetivo. Desejo que trabalheis com serenidade e com frutos, e que testemunheis com coragem a autenticidade da vida cristã."
Enviando a carta a todos os integrantes de CL, Padre Carrón escreveu: "Deus nunca deixa de nos surpreender. Como seria possível não ficarmos tocados e gratos por este presente inesperado de um pai, que leva tão a sério o destino dos seus filhos?"

A lista atualizada das celebrações encontra-se em www.clonline.org. Eis algumas:

Milão, card. Angelo Scola, 28 fev.; Roma, mons. Nunzio Galantino, 3 mar.; Génova, card. Angelo Bagnasco, 28 fev.; Bolonha, mons. Matteo Zuppi, 21 fev. Perugia, card. Gualtiero Bassetti, 22 fev.; Ancona, card. Edoardo Menichelli, 20 fev.; Palermo, mons. Corrado Lorefice, 14 fev.; New York, card. Timothy Dolan, 5 mar.; Madri, mons. Carlos O. Sierra, 21 fev.; Buenos Aires, mons. Enrique E. Segui, 17 fev.; Pretoria, mons. Peter Wells, 25 fev.; São Paulo, card. Odilo Scherer, 23 fev.; Lisboa, card. Manuel Clemente, 15 fev.; Veneza, card. Giuseppe Betori, 25 fev.; Londres, mons. John Wilson, 21 fev.; Vilnius, mons. Gintaras Grusas, 17 fev.; Viena, card. Christoph Schönborn., 15 fev.; Porto Rico, mons. Roberto G. Nieves, 3 mar.; Rio de Janeiro, card. Orani Joao Tempesta, 22 fev.; Montreal, mons. Christian Lépine, 20 fev.; Desio, mons. Paolo Martinelli, 13 fev.; Caracas, mons. Ovidio P. Morales, 12 fev.; Dublin, mons. Diarmuid Martin, 28 fev.; Santa Fé, mons. José M. Arancedo, 23 fev.; Lima, mons. Adriano T. Travaglia, 22 fev.; Nairobi, card. John Njue, 26 fev.

Gabinete de imprensa de CL
Milão, 17 de fevereiro de 2017.

© Fraternità di Comunione e Liberazione. CF 97038000580 / Webmaster / Note legali / Credits