Cardeal Dom Eugênio Sales

O adeus a um amigo

Nota de Dom Filippo Santoro, Arcebispo Metropolita de Taranto, pelo falecimento de Dom Eugenio de Araujo Sales.

Unido à Arquidiocese e ao Povo do Rio de Janeiro manifesto os meus sentimentos pela perda de S. Em. Cardeal Dom Eugenio de Araujo Sales, claro ponto de referência da fé católica e da dignidade humana para o Brasil e para a América Latina.

Em particular a Igreja do Rio de Janeiro o teve como Pastor zeloso por décadas numa fidelidade total ao Magistério do Santo Padre e de uma extraordinária sensibilidade social inspirada na Doutrina Social da Igreja e na grande força propulssora do Concílio Vaticano II.

Ele me convidou para vir ao Brasil em 1984 e em 1996 me sagrou Bispo como Auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. É meu pai no Episcopado e no meu ministério.

Homem de fé, justo e nobre; grande Pastor, apaixonado por Cristo, pela Igreja e pelo Santo Padre.

Príncipe da Igreja, de grande destaque no Colégio dos Cardeais, amigo dos pobres, salvador de milhares de refugiados, particularrnente no tempo da Ditadura.

"Servo justo e fiel entra na alegria do teu Senhor" e reza pelo Brasil e pelos teus filhos.

Dom Filippo Santoro
Arcebispo Metropolita de Taranto
10 de julho de 2012

Veja no Site da Arquidiocese do Rio de Janeiro outras notícias sobre Dom Eugenio.