Caritativa

As irmãs de Madre Teresa

Caritativa. Essa xícara “pela metade”

Cartas

Um grupo de amigos vai a Viena para ver um amigo, que lhes conta sobre a sua caritativa com as irmãs de Madre Teresa. E no domingo, em vez de visitarem a cidade, acabam servindo o almoço a moradores de rua

Um momento de brincadeiras durante a caritativa na Bassa de Milão, nos Anos Sessenta.

O "obrigada" de Tina

MundoPaola Bergamini

Sessenta anos depois do início da caritativa na Bassa de Milão, a história de Tina Tuzzi. É ainda uma menina quando encontra os estudantes de GS [Juventude Estudantil]. De repente, a sua vida alarga-se. E torna-se uma estrada sem fim

O jantar da caritativa AAA-Trabalho

Caritativa, um jantar entre amigos... de trabalho

AtualidadeMaurizio Vitali

Luigi agora vende jornais no metrô. Abdu quer voltar para seu País, junto do filho. Gianluca não dorme mais no trem. Eles três estavam entre as 200 pessoas ao redor de uma mesa. Uma amizade nascida da necessidade de um trabalho, e de estar vivos

No setor 5 da Cañada Real, Madri

Ir aos pobres: as sextas-feiras de Bocatas

MundoElena Santa María

Há vinte anos, cada semana, levam comida aos dependentes químicos da periferia mais perigosa de Madri. Começaram em três. Agora são dezenas de jovens. Que aos mesmos, incluindo jovens ciganos, oferecem a sua amizade

Vozes de Bocatas (1:01)

Em movimento para se ajudar no trabalho

AtualidadeMaurizio Vitali

Um diálogo intenso, entre perguntas e testemunhos, com Giorgio Vittadini, presidente da Fundação pela Subsidiariedade. Matéria sobre uma assembleia ocorrida em Milão, sábado, 6 de maio, com alguns grupos empenhados em ajudar quem procura um trabalho

Não há limite para o possível

MundoPaola Ronconi

Frederico tem um talento: querer bem. A partir do contato com uma vizinha idosa, hoje, junto a outros deficientes, faz sua caritativa em Milão levando comida e muito mais aos pobres

Os amigos da caritativa com Gianna<br> (a segunda a partir da direita).

Uma caritativa chamada “Gianna”

MundoAnna Leonardi

Durante anos, as visitas semanais a uma amiga no Hospital Psiquiátrico de Karaganda. “Nós nos tornamos objeto do seu carinho”

Universitários participam da caritativa, em São Paulo

Para que todos creiam

Portugal e BrasilGiovanna Ottoni

Em São Paulo, alguns estudantes universitários desejam aprender “as pilastras” do Movimento. Assim, aceitam a provocação de fazer uma atividade caritativa e começam a cozinhar para moradores de rua

Voluntários na Paróquia Senhor Bom Jesus dos Passos

Aquele perfume da “caritativa feita para mim”

Cartas

A entrega da cesta básica a uma senhora em dificuldade “que estava nos desejando”. Entre o aroma do café na pequena casa e a dignidade daquela mulher, Mônica faz a redescoberta do significado daquele gesto